Professores em Greve na Lunda-Norte

Perto de cinco mil professores em serviço na província da Lunda-Norte estão em greve desde 27 de Maio. O Sindicato Nacional de Professores (SINPROF) considera que há uma adesão de cerca de 90% do total de docentes do ensino primário e do 1º Ciclo. A paralisação afecta mais de 156 mil estudantes. A 21 de Novembro passado, o governo provincial havia estabelecido um acordo com o SINPROF para a resolução do caderno reivindicativo apresentado pelos docentes. Para o efeito, o governador provincial da Lunda-Norte, Ernesto Muangala, criou uma comissão mista e incumbiu-a de implementar o acordo. O governador designou oito membros do seu executivo para a referida comissão, enquanto ao SINPROF coube indicar três representantes. Do caderno reivindicativo, a que o Maka Angola teve acesso, constam reivindicações de pagamentos em atraso, incluindo o subsídio de férias de 2011, equivalente a um salário mensal para cada professor, e os subsídios de […]

Read more

Professores em Greve na Huíla: Sindicalistas Detidos

Por Lázaro Pinduca: Agentes da Polícia Nacional detiveram hoje dois membros da direcção do Sindicato Nacional de Professores (SINPROF) na Huíla, Paulo Simão e Albino David, respectivamente fiscal de direcção e oficial de informação. Os sindicalistas encontram-se detidos desde as 10h00 no Comando Municipal da Polícia Nacional, no Lubango, e aguardam por julgamento sumário, segundo fonte policial. Ambos distribuíam panfletos sobre a greve de professores, convocada pelo sindicato, que teve início ontem, 29 de Abril. Os docentes em greve reclamam melhores condições laborais e o pagamento de dívidas em atraso. João Francisco, secretário provincial do SINPROF, disse ao Maka Angola que “houve intimidações por parte de elementos do partido MPLA e do próprio governo provincial para que não se aderisse à greve”. Segundo o sindicato, o grau de aderência à greve é estimado em 80%. O secretário provincial do SINPROF denunciou também a presença da polícia antimotim em vários estabelecimentos […]

Read more

Greve na Rádio Nacional de Angola

Os funcionários da Rádio Nacional de Angola (RNA), principal órgão de comunicação social em Angola, deverão entrar em greve, na próxima sexta-feira, 24 de Agosto, após a expiração do prazo e moratória de negociação com a entidade patronal. A 24 de Maio de 2012, o núcleo local do Sindicato dos Jornalistas Angolanos reuniu com os trabalhadores da RNA e estes exigiram, colectivamente e como principal reivindicação, um reajuste salarial na ordem dos 300 por cento. A coordenadora da comissão sindical, Luísa Rangel, evocou o suicídio do seu colega, o repórter Luís Tara, há um ano, como prova do drama vivido por muitos profissionais da RNA. “Ele foi esfaquear-se frente ao gabinete do presidente do Conselho de Administração, para chamar atenção para o seu calvário, pela forma humilhante como era tratado pela direcção. Para além disso, com mais de 20 anos de trabalho, ganhava apenas cerca de 60 000 kwanzas.” Como […]

Read more
1 2