MPLA: a Campanha do Vale-Tudo

A campanha eleitoral conheceu um novo método de aliciamento de votos a 15 de Agosto, em Saurimo, província da Lunda-Sul. O candidato a deputado do MPLA, Bento Kangamba, convidou centenas de jovens locais, a quem distribuiu directamente, e a cada um, a quantia de 200 a 500 dólares. “Eu recebi 500 dólares das mãos do Bento Kangamba. Ele obrigava as pessoas a vestirem as camisolas do MPLA antes de receberem o dinheiro”, revelou António Queque, de 30 anos, um dos jovens que acorreu, no dia 15, ao Clube 17 de Setembro. “Vesti a camisola do MPLA, recebi o dinheiro, ouvi o que o Bento Kangamba tinha a dizer. No encontro, ele apresentou também um senhor de nome Kopelipa, que veio de Luanda, mas este não falou”, informou António Queque. Por sua vez, João Cauica, de 37 anos, dirigiu-se ao Hotel Kawisso, onde o referido político, acompanhado pelo ministro de Estado […]

Read more

Kopelipa e Vicente Alugam Aviões para Eleições

Por Carlos Duarte: A eleição de 31 do corrente mês é um verdadeiro negócio para a elite política angolana, que está a aproveitar a oportunidade para enriquecer de forma ilícita. É o caso do ministro de Estado e chefe da Casa Militar do presidente da República, general Manuel Hélder Vieira Dias Júnior “Kopelipa”, e dos seus principais parceiros de negócios: o candidato a vice-presidente do MPLA, o ministro de Estado e da Coordenação Económica, Manuel Vicente, e o general Leopoldino do Nascimento, da presidência da República. Sem concurso público ou respeito pela Lei da Probidade, o trio de dirigentes-empresários obteve um contrato para alugar três aviões, pertencentes à sua falida companhia Servis Air, à Comissão Nacional Eleitoral (CNE), para apoio logístico às eleições. Os três aviões, dois Boeing 727 e um B-1900, pertenciam à Sonair, a empresa de transportes aéreos da Sonangol. Os três dirigentes, cotados como os mais próximos […]

Read more

Kopelipa Compra Helicópteros para as Eleições

Por Carlos Duarte: O ministro de Estado e chefe da Casa Militar da Presidência da República de Angola, general Manuel Hélder Vieira Dias Júnior “Kopelipa”, liderou todo o processo de aquisição de meios de transporte aéreo destinados a apoiar as eleições de 31 Agosto. A frota, que chegou à Luanda há dias, é composta por 13 helicópteros do tipo Bell-112 e um Bell 222, de fabrico norte-americano, provenientes da África do Sul  e do Canadá. O francês Pascal DeLussaki foi o principal executor da operação. Foi DeLussaki quem também organizou a venda, à Sonangol,  da maior parte da frota da SONAIR e criou, em parceria com  com “Kopelipa” e Manuel Vicente, a VipAir, luxuosa empresa de aviação que serve as elites políticas angolana e chinesa, bem como altas figuras internacionais. Para as eleições de 2008, o mesmo cidadão gaulês teve missão similar. No entanto, a contratação de pilotos canadianos e […]

Read more

Avião para os Vinhos de Manuel Vicente

O candidato a vice-presidente da República, Manuel Vicente, tem um gosto refinado por vinhos e conhaques caríssimos. Periodicamente, Manuel Vicente envia, a França e a Portugal, um avião executivo (o luxuoso Falcon-900 ou o sofisticado Falcon X-7) como cargueiro para o transporte exclusivo dos seus vinhos e conhaques. Os voos são operados pela VipAir, empresa comparticipada pela Sonangol, e não são permitidos passageiros durante as referidas viagens. Alguns casos recentes demonstram que o actual ministro de Estado para a Coordenação Económica e putativo sucessor de José Eduardo dos Santos na presidência da República e do MPLA vive indiferente à condição da generalidade dos cidadãos angolanos, que nem sequer têm acesso à água potável. Em Paris, a tripulação do Falcon-900, em missão de transporte dos vinhos e conhaques de Manuel Vicente, não teve autorização para transportar outra tripulação da VipAir que se deslocou à capital francesa com o objectivo de entregar […]

Read more

O Prédio dos Angolanos no Estoril Sol

Nos últimos anos, o novo-riquismo angolano tornou-se lendário em Portugal. Dirigentes angolanos, suas famílias e associados de negócios têm estado a adquirir, nesta parte da península ibérica, alguns dos principais símbolos da opulência local. Caso paradigmático é o do complexo residencial de luxo Estoril Sol Residence, que compreende três edifícios de uma arquitectura singular e controversa, no Estoril, na orla marítima de Lisboa. O complexo tem dos apartamentos mais caros de Portugal, que variam entre um milhão e cerca de cinco milhões de euros por unidade. O complexo é bem conhecido como o “prédio dos angolanos”, por serem estes os principais clientes do projecto imobiliário inaugurado há dois anos. Na posse de angolanos estão perto de 30 apartamentos. Numa breve investigação, Maka Angola apurou quem são os abastados angolanos com propriedades no Estoril Sol Residence. O actual ministro da Administração Pública, Emprego e Segurança Social, António Domingos Pitra Costa Neto, […]

Read more

A Mansão de US $10 Milhões de Kundy Paihama

Em Janeiro de 2003, o general Kundi Paihama, então ministro da Defesa, manifestou-se profundamente ofendido com a inclusão do seu nome numa lista de angolanos, publicada pelo Semanário Angolense, que, àquela altura, seriam detentores de pelo menos US $50 milhões. Para “lavar” a honra supostamente conspurcada, o general Kundi Paihama intentou, na altura, uma acção judicial contra o semanário, a quem exigia uma indemnização de US $1 milhão, por “danos morais e materiais”. No entanto, de 2003 à presente data muita coisa mudou. E radicalmente. De lá para cá, o general Kundi Paihama não apenas assumiu a sua condição de multimilionário como deixou de se importar com quem o julgue como tal. E, nalguns casos, permite mesmo que os seus subordinados lhe gabem publicamente os fabulosos recursos financeiros que possui. Por exemplo, recentemente, o seu advogado, Rui Machado, concedeu uma entrevista à revista portuguesa Lux, em que revelava que o […]

Read more

BAI à Lavandaria do Regime

O mercado financeiro do país tem sido liderado, nos últimos anos, pelo Banco Angolano de Investimentos (BAI), uma instituição bancária nacional que antes atendia pelo nome de Banco Africano de Investimentos. A estrutura societária deste banco reflecte, de certo modo, o seu sucesso e a institucionalização da transferência de capitais públicos para o enriquecimento ilícito de dirigentes. Avaliado em US $8 biliões de dólares, o BAI apresenta actualmente uma carteira de depósitos e créditos estimados, pelo Banco Nacional de Angola, em US $10,4 biliões e US $3.2 biliões, respectivamente. Por altura da sua criação, em 1996, a Sonangol surgia como o principal investidor, com 18,5 por cento das acções. No entanto, ao longo dos anos, a Sonangol discretamente transferiu dez por cento das suas acções para a titularidade privada de altos dirigentes, para além dos que já mantinham participação considerável no capital do banco. Como ilustração, abaixo se apresenta apenas […]

Read more

Hotel Talatona: Mais um Saque à Sonangol

O Centro de Convenções de Talatona (CCTA) é um exemplo dos grandes investimentos que a Sonangol tem estado a realizar no país, de modo a diversificar a sua actividade, para além do sector petrolífero. Orçado em US $149.1 milhões, o centro inclui também um hotel de cinco estrelas, denominado Hotel de Convenções de Talatona, inaugurado a 18 de Dezembro de 2009 pelo presidente José Eduardo dos Santos. No entanto, os investimentos da Sonangol fora do sector petrolífero também têm sido como o método mais eficaz para o desvio de centenas de milhões de fundos públicos para um grupo restrito de dirigentes e altos funcionários da petrolífera nacional. O CCTA é apenas mais um destes esquemas, como adiante se explica. A 8 de Novembro de 2006, a Sonangol estabeleceu a sociedade comercial denominada Centro de Convenções de Talatona (CCTA), com as empresas privadas angolanas Simaroco e Oil International Supply Services S.A. […]

Read more

Reformas Multimilionárias para Generais das FAA

Diversos oficiais generais das Forças Armadas Angolanas (FAA) deverão ser reformados ao longo do presente ano, como parte do processo de reformas determinadas pelo comandante-em-chefe, o presidente José Eduardo dos Santos. Segundo fonte do Estado-Maior General das FAA, “este ano deverão ser desmobilizados catorze generais e, no próximo ano, mais de 20 passarão à reforma”. Entre os oficiais notificados para a reforma, destacam-se os generais Rafael Sapilinha Sambalanga, inspector-geral do Ministério da Defesa; Eduardo Martins, conselheiro do ministro da Defesa; Fernando Araújo, ex-chefe da Direcção Principal de Armamento e Técnica; Aires Africano, chefe da Direcção dos Serviços de Saúde do Estado-Maior General; António Filomeno Carvalho Pereira, ex-chefe da Direcção de Forças Especiais da Direcção Principal de Operações. O comandante-em-chefe evoca, de acordo com fonte que prefere o anonimato, o “envelhecimento” das figuras a desmobilizar e o excesso de oficiais generais no activo. Só a 27 de Julho de 2011, José […]

Read more

Deloitte: Auditoria e Conflito de Interesses

A três meses da data das eleições, maior atenção deve ser prestada à sua realização, para que os processos de votação e escrutínio respeitem a vontade do povo. É importante, pois, que o processo eleitoral mereça uma análise mais aprofundada e independente, no sentido de contribuir para que os cidadãos estejam mais bem informados, para além dos discursos oficiais e das reclamações da oposição. O acto mais recente e significativo para a realização das eleições tem a ver com a entrega do Ficheiro Central Informático do Registo Eleitoral (FICRE), que o Ministério da Administração do Território (MAT) procedeu à Comissão Nacional Eleitoral, a 15 de Maio passado. O FICRE contém os dados de mais de 9,7 milhões de eleitores. De acordo com a Lei Orgânica das Eleições Gerais (Lei n.º 36/11), a transferência da custódia e gestão do FICRE, que contém todos os dados relativos ao processo eleitoral, “é precedida […]

Read more
1 20 21 22 23 24 25